Buscar

Instituto “Sou da Paz” destaca segurança em Jaguariúna entre as 10 melhores do estado



Após ter conquistado a primeira posição em segurança pública, entre as 15 maiores cidades da Região Metropolitana de Campinas (RMC),em um recente levantamento do ranking Indsat (Indicadores de Satisfação dos Serviços Públicos), Jaguariúna volta a ser apontada como uma das cidades onde a população vive uma rotina das mais tranquilas no Estado de São Paulo.

Trata-se da pesquisa feita pelo Instituto “Sou da Paz”, divulgada mediante parceria com o jornal O Estado de São Paulo – Estadão, publicada na edição eletrônica desta quinta-feira (26/04). O estudo traz as estatísticas do Índice de Exposição a Crimes Violentos (IECV) em 138 cidades paulistas, todas com mais de 50 mil habitantes.

O levantamento mostra como a criminalidade se comportou em diferentes regiões paulistas e coloca Jaguariúna entre os 10 municípios em que os cidadãos ficaram menos expostos à violência, passando a conviver com uma rotina com menos roubos, estupros e homicídios.

Já entre os municípios com mais de 50 mil habitantes apenas na RMC (Região Metropolitana de Campinas), Jaguariúna ocupa a quarta colocação no IECV, ficando atrás apenas de Valinhos (8,8 pontos), Artur Nogueira (10,9) e Indaiatuba (11,2).

Conforme o levantamento do “Sou da Paz” e de dados da Secretaria de Segurança Pública do governo estadual, a segurança em Jaguariúna obteve 11,2 pontos no IECV, cuja nota máxima é 100. Quanto maior o IECV de um município, maior é a exposição dos moradores aos crimes violentos naquela comunidade, diz a pesquisa.

O índice, apurado desde 2014, é composto por uma média ponderada de registros dos crimes considerados violentos, que incluem homicídios e latrocínios (IECV Vida), estupros (IECV Dignidade Sexual) e roubos, roubos de veículo e de carga (IECV Patrimônio).

Esses crimes têm como característica em comum a violência ou grave ameaça com as quais são praticados, e por isso foram escolhidos para compor um índice cujo objetivo é mensurar com mais precisão a sensação de insegurança da população. A conclusão do estudo, segundo o secretário de Segurança Pública de Jaguariúna, Renato José de Almeida Chaves Filho, é mais um atestado público de como um trabalho verdadeiramente integrado traz benefícios a curto e médio prazos.

Ações efetivas

“Ressaltar a atuação conjunta de nossa Guarda Civil Municipal com as polícias Civil e Militar parece óbvio, mas Jaguariúna desenvolve esse trabalho e ele realmente funciona, pois temos diálogo aberto com a delegada e com o comando da PM, o que resulta em ações conjuntas ou de apoio que garantem a tranquilidade que esse novo levantamento aponta”, diz o secretário, que é policial militar da reserva.

Para o prefeito de Jaguariúna, Gustavo Reis, desde janeiro do ano passado a segurança da população vem sendo tratada com a seriedade que merece, o que coloca a cidade numa situação de destaque na RMC e agora em nível estadual, uma vez que são desenvolvidas ações práticas e eficazes em vários setores.

“Temos a Patrulha Maria da Penha, que dá uma atenção especial às mulheres vítimas de violência e criamos, recentemente, um espaço específico para atendimento a essas mulheres, anexo à delegacia, com a participação direta da delegada responsável pela Polícia Civil. Além disso, nossos GMs passam por constantes reciclagens e procuramos equipar a corporação com o que é necessário”, lembra o prefeito.


Estacionamento

INSTITUCIONAL

PROGRAMAS

TV ARTES PLAY

SIGA-NOS

© 2016 - 2020. TV ARTES. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por: Jonatas Simina